Minha Casa...Minha Alma...

Viagem com Tânia por um mar desconhecido...

Textos


 A CIGANA E O AMOR!

Feira de Cultura no Colégio, e o terceirão na exposição de seus trabalhos escolares, armaram uma Tenda para apresentações da Cultura do Povo Cigano.
Elisa não reteve a mão para a Cigana, respondendo ao pedido da mesma:
- Confia que posso falar adivinhações sobre teu passado e teu futuro linda , olhando as linhas de sua mão, precisas parar de usar suas forças pela metade. Assim terás na tua vida, tudo pela metade. O medo ´é uma ilusão que afasta suas forças. A insegurança é formada pelo medo. É portanto uma ilusão. O amor é o todo, e vem acompanhado de todas as coisas do ar, do fogo,do ar e da água. Não tens escolhas: amar é sentir inteiramente tudo que vier com a força interna que há dentro de ti. O amor é o que tem de mais valioso na vida. Não o desperdice. Será muito bom para ti e para as outras pessoas que não foram agraciadas por tão nobre sentimento! O amor não faz mal a ninguém!
- Sinto Senhora, disse Elisa gentilmente puxando a mão, não acredito em adivinhações gentil senhora. Mas agradeço as palavras!
´- A Cigana sorriu e respondeu: Estou feliz por ti abençoada, pois as maiores bênçãos concedida por Deus para os homens são as dos que foram capaz de amar verdadeiramente. Eu te reverencio amada, pois és abençoada. Não são adivinhações minha cara. São premissas da sabedoria! E olha, estás no processo, segue em frente...Do amor ninguém foge, mas só aconselho, não perde tempo!
E sorriu com muita alegria!
Elisa saiu dali com uma estranha sensação de euforia e muito emocionada!


Tânia De Oliveira
Tânia de Oliveira
Enviado por Tânia de Oliveira em 29/07/2017

Música: Guilherme Arantes (Legendado) - Êxtase



Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras