Minha Casa...Minha Alma...

Viagem com Tânia por um mar desconhecido...

Textos


ALÉM DE TUDO SER FELIZ


 
Amanheceu o dia, era tudo chuva
A natureza estava molhada, turva
Mas mesmo assim ainda fazia calor
Como todas as contradições do amor
Tudo parecia estar na ordem do dia
Mas,  lá em sua alma, ainda chovia.
Turbilhão de paixão,  era aguaceiro
Molhando seu estágio por inteiro...
Entender o amor era trato muito fino
Tanto o amor humano como o divino
Era um mar de emoção e contradição
Melhor enlouquecer do que ter razão
Mais ser feliz sem nada almejar, pensar
Mas como, se o amar tende a desejar?
A felicidade entrava em fase de ebulição
Queria se instalar, encontrar uma posição
Não oscilou entrou em estado de decisão
Ficou feliz na chuva e o calor se fez trovão
Venceu o que impera, muito além da razão!

***

 


 
Tânia de Oliveira
Enviado por Tânia de Oliveira em 14/07/2017
Alterado em 15/07/2017

Música: Someone Like You - Adele



Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras